O primeiro passo para aumentar seu valor é se perceber.

Como você se comunica com seus pacientes?

Nesse post, vou te contar 3 palavras para você abolir do seu vocabulário para aumentar o valor das suas consultas. E isso não é apenas sobre cobrar o valor justo sem se sentir inseguro, é sobre você reconhecer o quanto você estuda, se de dedica e seu trabalho vale. Combinado?

Você já percebeu no dia-a-dia das suas consultas que a forma como você se comunica com os pacientes determina o quão a sério eles levam os diagnósticos que você faz e os tratamentos que sugere?

Quando você, por exemplo, está examinando alguém e suspeita de um carcinoma basocelular, e diz ao paciente que ele tem um “cancêrzinho” de pele que precisa ser tratado com um “procedimento simples” que precisa apenas de “alguns dias de cicatrização” qual a percepção de valor que você acha que transmite a ele?

Eu sei a dermatologia é uma especialidade que não lida diretamente com vida ou morte, na grande maioria dos casos, como tantas outras na medicina.

E sim, a nossa especialidade não é tão “hospitalar” quando comparada à tantas outras e muitas vezes passamos muitos “creminhos” como os outros colegas de outras especialidades tanto dizem (amo passar creminhos, by the way)

Mas tem uma parte que é responsabilidade MUITO nossa, como dermatologista, no momento da comunicação e da explicação aos pacientes.

O uso dessas palavras diminutivas e simplificando demais os procedimentos e patologias diminui o grau de seriedade dos tratamentos e pode fazer com que os pacientes não compreendam o quão assertivo e serio é o seu trabalho como MÉDICO DERMATOLOGISTA.

Por isso, como eu digo sempre para os meus alunos, vamos de uma vez por todas abolir os termos “TUMORZINHO” e “CANCÊRZINHO DE PELE” e “PROCEDIMENTO SIMPLES”?

São eufemismos que dificultam muito a nossa vida na hora que, digamos assim, o “caldo engrossa” e os tumores ficam mais sérios do que estávamos pensando. E pode acontecer com qualquer um.

Ah, e vai mais um dica: um médico dermatologista estuda cerca de 11 anos para suspeitar, diagnosticar e tratar um câncer de pele. E por mais que seja simples para você depois de toda essa trajetória…. não foi nada simples adquirir toda essa expertise.

Então, bora melhorar a forma como a gente se comunica a partir de hoje?

Comenta pra mim se fez sentido para você! Bora ser um #destravado?

Entre para a lista de espera: https://www.carolinebrandao.com.br/lista-deespera/

Dra. Caroline Brandão

CRM/91259 RJ RQE/24487

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.